Texto: Carolina Octaviano

Fotos: Vanessa Fujihira

O Programa Inova Jovem, competição de empreendedorismo que recebe inscrições de projetos até o próximo dia 18, e a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp, a Incamp, foram os dois destaques da palestra ministrada na última Unicamp de Portas Abertas (UPA), evento que aconteceu em 10 de setembro e que reuniu cerca de 40 mil pessoas, nos campi da universidade. “Hoje em dia, o lema é inove ou pereça. Nosso objetivo é fomentar o espírito empreendedor nos alunos da Unicamp”, aponta Mariana Zanatta Inglez, gerente do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp e da Incubadora de Empresas de Base Tecnológico da Unicamp (Incamp), contando que o apoio da Agência se dá no sentido de colaborar com a implementação de ideias inovadoras.

img_9454

Ao introduzir as ações de empreendedorismo, Mariana falou sobre os cases do Desafio Unicamp e do programa Inova Jovem, que, a partir desta edição, não está mais restrito somente aos alunos do Colégio Técnico de Campinas (Cotuca) e do Colégio Técnico de Limeira (Cotil). “O Desafio Unicamp, competição de modelos de negócios a partir de tecnologias desenvolvidas na Unicamp, funciona muito bem com os alunos de graduação e pós-graduação e pensamos em expandir a cultura do empreendedorismo e dar oportunidade de capacitação também para alunos dos ensinos técnicos do Cotuca e do Cotil. Este ano a grande novidade é que as inscrições foram abertas para alunos de ensino médio de qualquer instituição de ensino do estado de São Paulo”, revela.

Em seguida, ela expôs os cases de tecnologias que nasceram e foram desenvolvidas na Incamp, a partir de todo suporte e capacitação que receberam na etapa de incubação. “Atualmente, contamos com 44 empresas graduadas em nosso portfólio. Temos inúmeras empresas bem-sucedidas que passaram pela Incubadora. Destas, podemos citar a ANS Pharma que, por exemplo, atua no desenvolvimento de tecnologias e soluções inovadoras para fármacos e medicamentos aplicados a saúde humana e animal”, conta. Para explicar o funcionamento da Incamp, Mariana fez uma analogia com uma incubadora para recém-nascidos. “O objetivo é o mesmo: deixar a empresa incubada forte o suficiente para poder encarar o mercado”, corrobora.

img_9489

Na ocasião, a responsável pelo setor de empreendedorismo da Agência de Inovação Inova Unicamp, falou ainda sobre outras formas de auxílio prestados pela Inova no apoio a alunos, professores e pesquisadores que desejam empreender e inovar, que incluem ainda pedidos de patentes e registro de programas de computador, transferência de tecnologia, a disciplina de empreendedorismo, a Software Experience, o Prêmio Inova Unicamp de Iniciação à Inovação e o Parque Científico e Tecnológico da Unicamp. Além disso, a Inova Unicamp esteve presente na UPA com um estande, onde futuros alunos e o público presente puderam tirar suas dúvidas sobre a Agência, suas áreas de atuação e o suporte ao empreendedorismo e à inovação tecnológica.

img_9478