img_1197

Texto: Marina Nania

Ao abrir uma empresa, o primeiro desafio do novo empreendedor é conquistar seu primeiro cliente. Esse foi o tema do encontro liderado por Mário Prado, sócio-fundador da Taggen, que reuniu membros das empresas incubadas na Incamp em março. A empresa de base tecnológica graduada pela Incamp, a Taggen, foi exemplo para demonstrar aos participantes uma ideia do que o futuro pode reservar para suas startups.

Prado conta que a Taggen foi pioneira na utilização da tecnologia RFID no Brasil, e, por isso, a equipe decidiu investir em obter uma certificação internacional para a empresa. Através da conquista da certificação, a Taggen ganhou credibilidade para promover cursos de capacitação de sua tecnologia no Brasil, o que foi essencial para disseminar sua marca. “Graças aos cursos que oferecemos, nós nos posicionamos como uma referência em RFID entre a comunidade, e passamos a ser procurados para fazer consultoria”, explica Prado.

Na busca por escalonar o empreendimento, a Taggen encontrou mais uma barreira: como cada solução era customizada de acordo com as necessidades específicas do cliente, seus contratos tinham valores muito altos, exigiam muitas horas de trabalho e não tinham potencial para replicabilidade em outras situações. A estratégia escolhida pela empresa, Prado conta aos participantes, foi limitar a criação de soluções customizadas e investir na criação de um portfólio de produtos de prateleira. “É importante repensar seu modelo de negócio de acordo com o crescimento de sua startup, pois o que fazia sentido em uma equipe de dois funcionários pode ser complicado em uma empresa maior. O uso de soluções off-the-shelf facilita, também, o processo de precificação de seus serviços”, acrescenta.

O primeiro passo no desenvolvimento do portfólio de soluções da Taggen, conta Prado, foi seu primeiro grande cliente: a Força Aérea Brasileira. Apesar de o contrato ser de baixo valor, a parceria possibilitou o desenvolvimento de um case de sucesso, o primeiro armazém automatizado do Brasil, o que trouxe muita visibilidade para a empresa.

Prado encerrou o evento com uma sessão de discussão com os empreendedores presentes, na qual foram levantadas questões sobre marketing, networking e precificação de tecnologias, entre outros temas relacionados à conquista de clientes.