premio santander (2)

Texto: Adriana Pavanelli

Fotos: divulgação

A Fawke, empresa pré-incubada na Incubadora de Empresas de Base Tecnológico da Unicamp (Incamp), foi a vencedora da 11ª edição do Prêmio Santander Universidades, na categoria Empreendedorismo. Concorrendo com 24 mil projetos universitários, a pesquisa da Fawke concorreu com outros 14 projetos finalistas e sagrou-se como uma das cinco vencedoras desta categoria. Os responsáveis pelos 21 projetos ganhadores, em todas as categorias, receberam R$ 100 mil para cada proposta vencedora – quantia que representa mais de 2 milhões - e uma bolsa na Babson College, instituição norte-americana que é considerada uma das mais empreendedoras do mundo.

“O prêmio Santander Universidades é um dos mais importantes prêmios de apoio a ciência e empreendedorismo dentro das Universidades brasileiras. Sendo assim, essa premiação representa muito para nossa equipe e para a Universidade, já que nos dá uma maior visibilidade além de nos possibilitar dar continuidade para o desenvolvimento do projeto. O prêmio ainda é um grande reconhecimento da qualidade de trabalho feito na Unicamp”, defende Bruno Bosch Volpe, que, sob a orientação da Professora Angela Luzo, da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), desenvolveu sua pesquisa buscando avaliar a adesão de células-tronco do mesênquima (tecido embrionário) em fios de sutura. Os resultados indicaram que os fios de sutura com essa células-tronco proporcionam melhor cicatrização e recuperação in vivo.

premio santander (1)

Com foco na comercialização dos fios de sutura, formou-se a Fawke, empresa que apresenta como proposta, além da rápida recuperação a diminuição nos custos dos hospitais - graças à redução das complicações pós-cirúrgicas e, consequentemente, a redução de tempo de internação do paciente. Além de Volpe, a startup é formada também por Marina Alves Machado, Maria Fernanda Toledo e Vítor Sarti, da Engenharia Química da Unicamp, e por Joel Souza, doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP). Com esta mesma tecnologia, o grupo foi participante da última edição do Desafio Unicamp, competição de modelos de negócios a partir de tecnologias desenvolvidas na Unicamp.