Texto: Daniella Orsi

Fotografia: Vanessa Fujihira

foto 1

Membros da empresa LeanLife

 

Apostando em uma alternativa tecnológica em relação aos serviços tradicionais voltados à prescrição de treinos em academias de musculação - oferecidos normalmente pelos instrutores das próprias academias ou por personal trainers - a startup LeanLife tem como proposta disponibilizar uma metodologia inovadora, na qual, por meio de um aplicativo de celular, o aluno tem acesso a um treino personalizado e diferente toda vez que vai à academia. As configurações dos treinos se adaptam ao perfil e à rotina do praticante e são baseados em evidências científicas. Dessa forma, afirmam os sócios fundadores da empresa, os conhecimentos adquiridos após anos de estudos na universidade podem ser utilizados para melhorar a qualidade de vida de pessoas.

foto 2

Tela do aplicativo desenvolvido pela empresa LeanLife

 

A empresa, fundada em 2014, tem como sócios os educadores físicos Lúcio Muramatsu, 29 anos, e Bernando Neme Ide, 38 anos, o engenheiro da computação Pedro Bernardes, 27 anos, e o produtor musical Eric Gaigher, 29 anos. Atualmente incubados na Incamp (Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp), os membros da LeanLife viram no processo de incubação uma oportunidade de capacitação, afinal afirmam que suas lacunas de capacitação foram identificadas e desenvolvidas nesse processo. Ainda, por meio da Incamp e de rede de parceiros, os membros da empresa realizaram cursos e puderam participar de eventos e feiras.

Confira a seguir a entrevista realizada com o empresário Muramatsu.

 

[Inova Unicamp] Como surgiu a ideia de abrir a empresa? Como os sócios se conheceram? Quais foram as suas motivações?

A ideia de abrir a empresa surgiu da observação dos praticantes de musculação tanto no Brasil como nos EUA. As únicas opções de serviços voltados à prescrição de treinos personalizados em academias de musculação eram oferecidas pelos instrutores das próprias academias ou por personal trainers. No entanto, os instrutores de academias ficam sobrecarregados com um número elevado de alunos e os personal trainers oferecem o serviço qualificado e personalizado por um preço financeiro elevado.

Nesse sentido, a LeanLife disponibiliza uma metodologia inovadora, em que o aluno realiza um treino personalizado diferente toda vez que vai à academia, como se o professor montasse uma ficha nova todos os dias (o que é muito difícil nas academias, principalmente pelo número elevado de alunos). Os treinos da LeanLife se ajustam ao perfil e à rotina do praticante, e são entregues para o usuário por meio de um aplicativo de celular inovador.

A LeanLife foi fundada por pesquisadores da área de ciência do esporte da Unicamp - alguns sócios se conheceram justamente na faculdade e alguns eram amigos de infância. A nossa principal motivação é estreitar o caminho do conhecimento gerado nos laboratórios de pesquisa até a pratica no dia-a-dia nas academias de musculação. Isso porque o conhecimento descoberto no laboratório de pesquisa chega a demora anos para chegar a ser utilizado na academia.

 

[Inova Unicamp] Por que escolheram empreender?

Escolhemos empreender pois gostamos de desafios. Além disso, com o propósito de ajudar as pessoas, vimos que o conhecimento adquirido após anos de estudos na universidade seria utilizado para melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas ao redor do mundo.

 

[Inova Unicamp] Quais os desafios encontrados antes do processo de incubação? Por que escolheram a Incamp?

Antes de entrar no processo de incubação, os empreendedores não tinham capacitação em administração e gestão de empresas. A Incamp fomentou iniciativas para que essas lacunas fossem identificadas e desenvolvidas. Além disso, escolhemos a Incamp pois está dentro de uma grande universidade e por três dos quatro sócios estudarem nela.

[Inova Unicamp] Qual oportunidade, proporcionada pela Incamp, trouxe benefícios para o seu negócio?

A Incamp tem uma grande rede de parceiros, o que possibilita a nossa participação em eventos e feiras. Por intermédio da Incamp, por exemplo, a LeanLife participou da feira do empreendedorismo do Sebrae em Cuiabá.

A Incamp também se preocupa com a formação do empreendedor, fornecendo cursos de formação nas áreas de gestão de pessoas, financeira e processos.

Ainda, por meio dela, a LeanLife participou do PEIEX, programa do governo federal vinculado à APEX, no qual desenvolvemos todo o planejamento estratégico da empresa.

 

[Inova Unicamp] Como é o mercado em que atuam? Quais os desafios de empreender nesse segmento?

No segmento de prescrição de treinos personalizados para musculação, os desafios acontecem durante a comunicação com nossos clientes, pois nosso serviço é totalmente online. Dessa forma, nosso maior desafio é conseguir termos valor para os praticantes de musculação mesmo não fisicamente com eles durante o treinamento.

 

[Inova Unicamp] Quais produtos vocês oferecem?

Desenvolvemos uma metodologia inovadora de treinamento na musculação, que possibilita ao aluno realizar um treino personalizado e diferente toda vez que ele vai à academia, como se o professor montasse uma ficha nova todos os dias. Os treinos se ajustam ao perfil e rotina do praticante e são entregues para o usuário por meio de um aplicativo de celular.

Foto 3

Tela do aplicativo desenvolvido pela empresa LeanLife

 

[Inova Unicamp] Qual o principal diferencial competitivo de sua empresa?

O principal diferencial da LeanLife é a qualidade dos treinos que são entregues aos usuários. Somos, de fato, a inteligência de um personal trainer altamente qualificado que está por dentro de todas as novidades científicas. Além disso, possuímos um conceito motivador na maneira de entregar os treinos aos usuários.

 

[Inova Unicamp] Quais são os seus planos para o futuro? Quais serão os próximos passos?

Estamos trabalhando no desenvolvimento de uma nova versão do aplicativo, que também estará disponível em inglês e espanhol. Com ela, entraremos no mercado internacional, principalmente nos EUA (que é o maior mercado, com 60 milhões de praticantes de musculação) e na Europa (Reino unido, Alemanha, Espanha e França). Estamos também melhorando nossa tecnologia para conseguir atender mais pessoas.

 

[Inova Unicamp] Qual seria sua recomendação para outros empreendedores, que também estão iniciando seus negócios?

Acredite nos seus sonhos e procure ter um propósito para empreender. Sem um propósito não é possível manter a chama acesa durante a longa caminhada de desenvolvimento do empreendimento.