Foto: Roberto Ribeiro

Procedimentos, ferramentas e critérios para avaliar o estágio de evolução de negócios residentes em incubadoras estavam no centro do debate promovido pelo minicurso “Como monitorar as empresas incubadas com eficácia”, realizado na tarde desta segunda-feira, dia 22. O curso era uma das atividades do pré-evento, programação que antecede a abertura oficial do XXIV Seminário Nacional.

Ao longo do minicurso, os instrutores Tony Chierighini e Priscila O’Reilly Castro instigaram os participantes a elencar os principais desafios do monitoramento de incubadoras. “É importante ressaltarmos que monitoramento não significa apenas ter uma série de indicadores para gerar relatórios. Trata-se de um processo, de um acompanhamento sistemático para contribuir com o crescimento das empresas incubadas”, defendeu Priscila, que também apresentou sua experiência à frente do Instituto Gênesis, da PUC-Rio.

Para Chierighini, que é diretor da Anprotec e do Centro Empresarial para Laboração de Tecnologias Avançada (Celta) de Florianópolis (SC), é preciso que as incubadoras tenham processos sólidos de acompanhamento das empresas, gerando valor para os empreendimentos apoiados. “As incubadoras estão na base do desenvolvimento regional em muitos lugares onde esses mecanismos existem e atuam. Mas precisamos nos perguntar: o que estamos vendendo? O que oferecemos efetivamente ao nosso empreendedor?”, questionou.

Durante o minicurso, os participantes conheceram indicadores já existentes para monitoramento de empresas incubadas e também metodologias para construção de indicadores específicos. “É fundamental compreendermos que não existe uma fórmula única, com indicadores que sejam ideais para todas as incubadoras. Isso porque mensurar o desempenho depende do contexto socioeconômico local. Há casos em que uma incubadora ao graduar um empreendimento de sucesso em um determinado local, contribui mais para o desenvolvimento do que outra que esteja graduando 10 ou 15 no mesmo momento em outro contexto”, concluiu.

Fonte: XXIV Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas