Texto: Carolina Octaviano

Fotos: Carolina Octaviano e Carlos Gondo

No último dia 29 de agosto, a Agência de Inovação Inova Unicamp - órgão responsável por gerenciar a propriedade intelectual das tecnologias desenvolvidas dentro da universidade e os contratos de transferência de tecnologia e parceria entre a Unicamp e as empresas, além de administrar o Parque Científico e Tecnológico e a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp (Incamp) - marcou presença em mais uma edição do evento Unicamp de Portas Abertas (UPA), na qual a Universidade recebe estudantes de diversas partes do país, com o intuito de apresentar a eles os cursos oferecidos, as iniciativas adotadas e a estrutura física da instituição. 

No evento, a Inova Unicamp ofereceu uma palestra ministrada por Walter Wascheck Neto, coordenador da Incubadora, sobre as iniciativas de empreendedorismo e a importância da Incamp, além de levar ao público o case da empresa Bioreciclo, pré-incubada que atua no ramo de empreendedorismo sustentável. A Agência contou também com um estande, onde colaboradores estiveram disponíveis para apresentar o trabalho da Inova e também tirar dúvidas de alunos interessados em empreendedorismo e inovação tecnológica. A Tendere, empresa graduada pela Incamp e filha da Unicamp, também esteve no estande da Inova e pode apresentar um case de empreendedorismo em economia criativa.

Durante a palestra, Wascheck Neto apresentou o papel do trabalhador do conhecimento, que trabalha a partir da relação entre a criatividade e a inovação, as iniciativas em empreendedorismo da Unicamp, tais como o Desafio Unicamp de Inovação Tecnológica, o Programa Inova Jovem, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) e a Software Experience, além de falar sobre o perfil do profissional empreendedor. “Há uma necessidade em se ´criar´ empreendedores no Brasil, hoje. E nós acreditamos na importância da educação empreendedora para isso”, afirma.

Fazendo uma analogia com “montar um avião no ar, em pleno voo”, o coordenador da Incamp apresentou o que é uma Incubadora e como ela atua na criação de novas empresas de base tecnológica. “Nós damos o suporte para que as empresas de base tecnológica sobrevivam aos difíceis primeiros anos no mercado”, aponta.

Além disso, ele falou também sobre a região de Campinas como um importante ecossistema em inovação tecnológica e empreendedorismo para o país, no qual se destaca a atuação da Incamp, que apresenta em seu portfólio 45 empresas graduadas e 19 em fase de incubação. “O objetivo é estimular a criação e o desenvolvimento de novas empresas de base tecnológica a partir da nossa estrutura física e da capacitação dos empreendedores”, completa Wascheck Neto. 

Ao final da palestra, o empreendedor Alysson Manzoni, da empresa pré-incubada na Incamp Bioreciclo, abordou o modelo de negócios voltado para o empreendedorismo sustentável, que foi adotado pela startup. “Temos uma empresa que oferece soluções tecnológicas em sustentabilidade. Nosso foco é na reciclagem de baterias de lítio de dispositivos móveis através da biohidrometalurgia e em consultoria na gestão de resíduos”, explica Manzoni.