Equipe da AutoCoat em sua sala na Incamp

A Incubadora da Unicamp (Incamp) é a única no Estado de São Paulo a ter certificação como Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne) oferecido pela Anprotec e pelo Sebrae

Texto: Caroline Roxo | Foto de capa: Arquivo pessoal da Viviane Nogueira Hamanaka 

Dentro do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp e sob gestão da Agência de Inovação da Unicamp (Inova), atua a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp (Incamp), um programa que vai além do acesso à infraestrutura e ao ecossistema científico da Universidade, oferecendo capacitações, mentorias e apoio no desenvolvimento de negócios tecnológicos em fases iniciais. 

Comemorando seus 20 anos de existência, a Incubadora já graduou 54 empresas-filhas da Unicamp e hoje está com 13 startups em processo de incubação e pré-incubação, além de outras seis novatas que estão para iniciar seus programas no segundo semestre de 2021. Após concluírem os programas de incubação, esses empreendimentos graduados pela Incamp entram para o registro de empresas-filhas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

 

O papel da Incamp na formação de empresas-filhas

No ano de 2020, foi alcançada a marca de mais de mil empresas-filhas cadastradas pela Agência de Inovação da Unicamp (Inova), com um total de 1038 empreendimentos. As startups graduadas pela Incamp que entraram para a lista das filhas representam 7% desse total, enfatizando a participação ativa da Incamp. 

“O reconhecimento dos esforços da Incamp vão além do número de empresas-filhas graduadas. Somos reconhecidos pela nossa excelência no programa de incubação, já que somos a única incubadora do Estado de São Paulo a  receber a certificação como  “Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne), oferecida pela Anprotec e pelo Sebrae como reconhecimento da implantação de boas práticas em incubação”, comemora Mariana Zanatta, gerente do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp e da Incubadora, sobre as conquistas de duas décadas de trabalho. 

Apesar da Incamp estar situada dentro do Parque Científico da Unicamp, não há necessidade de vínculo com a Universidade para participar dos programas de incubação. Qualquer empresa interessada em impulsionar o negócio a partir das capacitações ofertadas pela Incamp pode submeter suas propostas em editais abertos durante todo o ano e avaliados duas vezes no mesmo período por bancas semestrais. 

“Temos diversos exemplos de empresas que não tinham vínculo com a Unicamp e mesmo assim procuraram os programas de Incubação e hoje, elas fazem parte da nossa comunidade”, afirma Zanatta Inglez.  

 

Empresas-filhas nos programas de incubação

O processo de ser uma empresa-filha e estar inserido no ecossistema da Unicamp é proveitoso para aproveitar oportunidades que surgem pela aproximação com a Unicamp. Entre as oportunidades, existem os programas de incubação, ponto de partida para o desenvolvimento de startups, especialmente aquelas baseadas em tecnologias ou pesquisas desenvolvidas na Unicamp, também conhecidas como empresas spin-offs. A submissão de projetos nos editais da Incamp é um tentativa de diversas empresas que querem buscar mais desenvolvimento, principalmente no que tange a gestão, como foi o caso da startup AutoCoat.

“Não tínhamos nenhuma experiência em negócios e o programa de incubação está contemplando todas as nossas dúvidas. Participamos das oficinas do Sebrae, parceiro da Incamp, logo no começo do ano, onde já fomos introduzidos no universo das startups, aprendemos sobre validação dos modelos de negócios, metodologia de desenvolvimento do cliente e entrevistas”, expõe a diretora de tecnologia (CTO) da empresa incubada AutoCoat e ex-aluna da Unicamp, Viviane Nogueira Hamanaka. 

A AutoCoat foi fundada no ano de 2020 a partir do projeto de pesquisa do doutorado de um de seus fundadores. Viviane Nogueira Hamanaka pesquisou sobre a técnica blade coating e observou um potencial de comercialização dos equipamentos de deposição baseados nessa técnica para a produção de filmes finos. Seu principal objetivo em participar dos programas da Incamp é desenvolver as capacidades necessárias para ampliar o escopo do negócio.  

A empresa-filha Kalamazoo Natural Solutions também entrou para o programa de incubação da Incamp na expectativa de desenvolver habilidades empreendedoras, uma vez que o processo de transição da academia para o mercado é bastante desafiador para pesquisadores que querem entrar para o mercado. 

“Nós somos dois engenheiros de alimentos que fizemos pós-graduação na Unicamp. Temos habilidades técnicas e de pesquisa, mas precisamos desenvolver capacidades empreendedoras, de gestão, como conhecimento gerencial e financiamento. Nesse caso, a Incamp está dando muito suporte, as atividades são praticamente semanais”, conta Aureliano Dias, doutor em Engenharia de Alimentos pela Unicamp e um dos sócios da empresa-filha. 

Aureliano Dias vestindo uma camiseta azul ao lado de Manuel Barrales que veste uma camiseta na cor escura. Eles estão em um campo de lúpulo de um de seus clientes.
Foto: Arquivo Pessoal Aurelino Dias | Descrição: Aureliano Dias e o sócio, Manuel Barrales em um campo de lúpulo de um de seus clientes.

Kalamazoo, incubada com sala laboratorial exclusiva no prédio do LIB do Parque, surgiu a partir do desejo dos sócios em oferecer soluções tecnológicas e inovadoras à base de lúpulo - ingrediente responsável pelo amargor e aroma da cerveja. Agora, os fundadores estão encontrando na Incamp os conhecimentos e a visibilidade necessários para deslanchar com a startup. 

“Ganhamos muita visibilidade estando na Incamp, como contatos com empresas grandes que vieram até nós por meio da divulgação da incubadora”, expõe Manuel Barrales, também doutor em Engenharia de Alimentos pela Unicamp e sócio da Kalamazoo. 

 

O que é uma empresa-filha?

Os empreendimentos graduados na Incamp ou fundados por ex-alunos, pesquisadores ou funcionários da Unicamp são qualificados como uma empresa-filha da Universidade. Essas empresas são registradas na base de cadastros da Inova Unicamp e podem usufruir dos benefícios oferecidos aos empreendimentos filhos da Universidade. Além disso, também é possível estabelecer contato e potencializar negócios entre as próprias empresas-filhas.

Caso você esteja empreendendo e tenha algum vínculo com a Universidade Estadual de Campinas, faça o cadastro da sua empresa em nossa base e participe desse ecossistema. Acesse:
https://www.inova.unicamp.br/empreendedorismo/cadastro-de-empresa-filha/ 

 

Quer saber mais sobre a Incamp?

Acesse o edital de seleção e confira o passo a passo para novas startups ingressarem nos programas de pré-incubação ou incubação da Unicamp. Lembrando que a Incubadora recebe propostas tanto da comunidade interna da Universidade quanto de empreendedores sem vínculo formal anterior com a Unicamp, tornando os novos empreendimentos em empresas-filhas após suas graduações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *