grupo de incubados da Incamp e investidores em área externa, na frente do letreiro da Inova Unicamp, todos estão de mão levantada
Empreendedores incubados apresentaram modelos de negócio à gestoras de investimento, corporações e aceleradoras 

 

Texto: Ana Paula Palazi | Foto: Pedro Amatuzzi

A edição 2021 do Encontro com Investidores contou com a participação de nove empresas incubadas no Programa de Incubação da Unicamp e uma startup do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp. O evento é um dos mais importantes, de conexão e interação, promovido pela Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp (INCAMP) desde 2016.

O encontro aconteceu presencialmente no Prédio do Anexo, ao lado da sede da Agência de Inovação Inova Unicamp que gerencia o Parque e teve a presença de 30 pessoas do ecossistema de inovação da Unicamp e parceiros que interagiram durante quatro horas. O evento seguiu as recomendações de saúde com uso obrigatório de máscara, álcool em gel e número reduzido de participantes.

As empresas incubadas tiveram a oportunidade de mostrar uma breve apresentação sobre a solução ou produto que desenvolvem para o mercado, durante a rodada de pitches, e responderam a perguntas da banca de investidores formada por representantes de grupos e gestoras de investimento, grandes corporações, centros de inovação, instituições financeiras e parceiros da Incamp.

“A Unicamp é referência desde sua criação no relacionamento com o mercado. Buscamos fazer a ponte onde todos ganham. A empresa que tem essa facilidade de contato, a Universidade, pois, o aporte de recursos gera emprego, renda e soluções e o investidor que tem o trabalho facilitado com nossa pré-seleção. Estar na Unicamp é um endosso de qualidade, alcançado por empresas com seriedade e firmeza de propósito”, disse Eduardo Gurgel do Amaral, diretor do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp.

Marcelo Clini, investidor daAnjos do Brasil, destacou a diversidade de temas das empresas e o grau de desenvolvimento dos projetos. “Foi muito interessante observar como as empresas incubadas na Incamp já têm algum Produto Mínimo Viável (MVP). Não são ideias em estágio inicial, tem validações e software desenvolvido  Os investidores Anjo buscam projetos inovadores e tecnológicos, com possibilidade de escalabilidade e a Unicamp e a Incamp são importantíssimos nesse processo”, disse.

 

Referência em empreendedorismo e inovação 

Durante o evento, a startup Undergeo se despediu da Incamp. A empresa-filha que trabalha com uma plataforma para processamento e interpretação de dados geofísicos, para profissionais da área de exploração de recursos naturais, finalizou o período de incubação e recebeu o certificado de graduação. Desde sua criação, em 2001, a Incamp já graduou 55 empresas de base tecnológica e outras 15 seguem no processo de incubação.

“Somos a Universidade mais empreendedora do país. Temos aproximadamente 40 mil alunos de graduação e pós-graduação. A incubadora permite que pesquisas com viés empreendedor, desenvolvidas ou não na Unicamp, sejam transformadas em produtos de base científica e tecnológica em benefício da sociedade. Nosso ecossistema também promove a troca de conhecimentos que gera inovação”, comentou Ana Frattini, diretora-executiva da Inova Unicamp. 

Um exemplo dessa troca de conhecimentos é Singular Seeds, empresa nascente formada por ex-alunos da Universidade Federal de Alfenas. Eles participaram do Desafio Unicamp na edição 2020 e iniciaram a pré-incubação à distância. O biotecnologista Tiago Lopes, representante da incubada, afirmou que a experiência na rodada de piches do Encontro de Investidores trouxe aprendizados para a trajetória empreendedora da empresa e de seus sócios.

“Foi o nosso primeiro encontro com investidores de forma presencial e a troca de experiências, além da possibilidade de adquirir recursos, é muito importante. Participar do ecossistema da Unicamp é uma grande oportunidade, pois estamos inseridos num polo de alta tecnologia, com foco em startups. Quando nos inscrevemos no Desafio Unicamp, buscávamos desenvolvimento profissional e pessoal e nossa participação virou negócio”, contou. 

 

Conheça as empresas que participaram do encontro

  • Carga24h: plataforma digital customizável, desenvolvida para diferentes modelos de logística e aplicável tanto para embarcadores, que procuram consolidar tratativas junto às Empresas de Transporte de Carga (ETC´s parceiras), quanto para quem deseja ter um meio para contratação e pagamento diretos do frete de transportadores autônomos.
  • Sintase: startup focada em síntese orgânica que desenvolve novas rotas sintéticas para a produção de insumos farmacêuticos ativos (IFAs), dando prioridade para o uso de matéria prima nacional.  Oferece suporte técnico para empresas dos setores farmacêutico, cosmético, farmoquímico e agroquímico.
  • Deepstrata: tem o propósito de trazer aos profissionais da indústria do petróleo fluxos automatizados de dados de subsuperfície. Oferece soluções  para sísmica, perfil de poço, rocha e produção que permitem ao profissional dedicar o seu tempo nas funções de maior importância: interpretação e tomada de decisão.
  • Exatech: startup focada em encontrar soluções tecnológicas para problemas da atualidade e da realidade brasileira e do mundo na área da saúde. Desenvolve softwares e dispositivos inteligentes para detecção e pré-diagnóstico de cânceres de pele, visando reduzir desigualdades e aumentar a acessibilidade com relação a esses tipos de exames.
  • Quarium: A empresa trabalha na busca por soluções que auxiliem na seleção de medicamentos relacionados à saúde mental, por meio de tecnologias ômicas (campo de estudo que lida com grandes quantidades de dados como genômica, proteômica e metabolômica) aplicadas à medicina de precisão.
  • R&R: nasceu de um casamento dos talentos de seus empreendedores, ex-alunos da Unicamp com passagem na Harvard Medical School. O foco inicial da Startup é o desenvolvimento de inovações para doenças do segmento posterior ocular, com a missão de prevenir a perda de visão, e impactar positivamente na qualidade de vida das pessoas.
  • Homebook: startup de inovações disruptivas para portarias remotas robotizadas de condomínios residenciais e corporativos com automatização de serviços para o controle e a liberação de acessos e o monitoramento a distância da segurança perimetral. Suas soluções aumentam a segurança e reduzem custos operacionais dos condomínios.
  • Especiarias Amazônia: empresa incubada pela Incamp que desenvolve tecnologias para a produção de extratos brutos e clarificados. Os extratos visam obter produtos estáveis e têm aplicações em empresas alimentícias, cosméticas e outras.
  • Dale: Não é por que o esporte seja amador que os mecanismos de gestão e ensino tenham que ser amadores! A Dale tem como missão transformar a forma como o esporte amador é gerenciado, através de soluções tecnológicas que simplificam, qualificam e profissionalizam tanto a gestão, quanto o processo pedagógico de ensino.
  • Singular Seed: startup que está nascendo para trazer tecnologia, eficiência e competitividade para o agronegócio através do setor de qualidade de sementes. O objetivo principal é utilizar análises de imagem para classificar qualidade de grãos como soja, milho, café e cevada.

 

Saiba mais sobre a Incamp

A Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp - gerenciada pela Agência de Inovação Inova Unicamp - é um ambiente promovido pela Universidade Estadual de Campinas que estimula o desenvolvimento de ideias embrionárias e empresas nascentes de base tecnológica. 

O Programa de Incubação da Incamp tem duração de 3 anos e segue a metodologia Cerne que oferece uma jornada de capacitação, mentorias e apoio na modelagem de negócios. A Incamp também disponibiliza infraestrutura, com proximidade dos laboratórios, interação com pesquisadores e docentes da Universidade. 

Quem pode se instalar?

Qualquer empresa de base tecnológica interessada em impulsionar o negócio a partir das capacitações ofertadas pela Incamp pode submeter projetos no edital público de fluxo contínuo. As propostas são avaliadas semestralmente. Para saber mais sobre a Incamp e como se instalar no Parque Científico e Tecnológico, confira o site oficial. 

Conheça a Incamp e saiba como fazer parte do programa de incubação

Acompanhe os editais de incubação

Veja a galeria de fotos do Encontro de Investidores 2021