Texto e fotos: Carolina Octaviano

Iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – SETEC, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e executado pela Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Empresas Inovadoras (Anpei), a Plataforma iTec – lançada pelo Ministro de Ciência Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, no dia 11 de março - foi apresentada no último dia 9, durante o Café Tecnológico. Intitulado “Café Tecnológico e iTec Roadshow”, o evento foi realizado por meio de uma parceria entre a Agência de Inovação Inova Unicamp - por intermédio da Incubadora de Empresas de Base Tecnológico da Unicamp (Incamp)-, o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Campinas, a Associação Campinas Startups (ACS) e o Projeto iTec, com patrocínio da empresa Bosch.

A abertura foi realizada pelo diretor do Ciesp Campinas e diretor do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp, Eduardo Gurgel, que ressaltou o Café Tecnológico como uma das ações da Inova Unicamp em empreendedorismo e inovação tecnológica. “Como Campinas é um polo de Ciência e Tecnologia, nós acreditamos que a região tem muito a contribuir”, afirma Gurgel. Na sequência, Iara Ferreira, gerente da Incamp, falou sobre a importância do Café Tecnológico como um evento promotor de discussão de temas relevantes para o empreendedorismo. “Eles trazem temas importantes voltados para o empreendedorismo. Os temas são importantes para alavancar o que chamamos de empreendedorismo na prática”, completa Iara. 

Após a abertura, Vera Crosta, coordenadora do iTec, apresentou a Plataforma, suas particularidades e pontos positivos para os usuários. Na ocasião, o público pode conhecer a ferramenta e tirar dúvidas sobre seu funcionamento e como pode promover negócios tecnológicos, a partir do encontro de empresas que buscam ajuda em seus projetos e organizações que têm as soluções para esses desafios. A ferramenta é gratuita e visa proporcionar este primeiro encontro entre o desafiante e o solucionador, é um ambiente de colaboração, parcerias e negócios para acelerar o desenvolvimento e a inovação tecnológica.

Desafios e soluções podem ser cadastrados com informações não confidenciais e ficam disponíveis por período determinado na Plataforma. Nesse período, os potenciais solucionadores podem conhecer as demandas e verificar se têm soluções tecnológicas que as atendam. Em caso positivo, cadastram suas soluções e a vinculam ao desafio a ser atendido. “Esse é o objetivo final da Plataforma iTec: encontrar e aproximar demandantes e solucionadores tecnológicos para potencializar negócios em inovação e tecnologia aumentando a competitividade das empresas”, frisa Vera.

Vera revelou ainda que a expectativa, para o futuro da ferramenta, é o aperfeiçoamento  e a internacionalização da Plataforma iTec. Vale salientar que a Plataforma pode ser utilizada gratuitamente e, a princípio, está aberta para as seguintes áreas e sub-áreas: nanotecnologia, biotecnologia, Tecnologia de Informação e Comunicação, Fármacos e Complexo Industrial da Saúde (CIS), Energia (Petróleo e Gás), Fomento a Economia Verde, Aeroespacial e Complexo Industrial da Defesa (CID) e Mineração.

Além da Plataforma iTec, o evento também abriu espaço para a apresentação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), novo membro do Comitê Técnico da ferramenta. Raphael Azeredo, da área de operações indiretas do BNDES, falou sobre o BNDES Soluções Tecnológicas, que atua no financiamento de inovação tecnológica no país, a partir da comercialização de soluções tecnológicas, que são os serviços de aplicação de uma tecnologia orientados a satisfazer as necessidades de criação/modificação de produto ou processo de produção na instituição demandante e apresenta grande sinergia com a Plataforma iTec. Este programa do BNDES deverá ser apresentado também durante um Workshop, na qual as empresas poderão consultar profissionais do Banco sobre os problemas enfrentados por suas empresas e startups. O evento, que será realizado no auditório da Incamp, ainda não tem data definida.

No encerramento da programação, José Eduardo Velloso, do gerenciamento de inovação da Bosch, falou sobre a importância da inovação tecnológica para esta empresa e de como a inovação aberta, proposta da Plataforma iTec, pode auxiliar na solução dos problemas enfrentados da Bosch, que, inclusive, está com vários desafios presentes na ferramenta, esperando receber propostas para solucioná-los.

Acesse a Plataforma iTec: http://www.plataformaitec.com.br/

Saiba mais sobre o BNDES Soluções Tecnológicas em: http://www.inova.unicamp.br/node/3029