Imagem de captura de tela: Mosaico com os representantes das empresas incubadas que realizaram os pitches e os representantes dos grupos de investimento. Ao todo, compõem o mosaico nove mulheres e 10 homens
As empresas incubadas na Incamp realizaram seus pitches e tiraram as dúvidas da banca de investidores sobre o estágio das startups

 

Texto: Kátia Kishi

Nessa última sexta-feira, 11 de dezembro, sete empresas que estão participando dos programas de incubação ou pré-incubação da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp (Incamp) e uma startup instalada no Parque Científico e Tecnológico tiveram a oportunidade de apresentar seus pitches, uma breve apresentação sobre a solução da empresa, para representantes de grupos de investimento: UniAngels (rede de investimento anjo formado por ex-alunos da Unicamp), Anjos do Brasil, BR Angels e Fundo Pitanga.

A oportunidade conhecida como Encontro com Investidores faz parte das atividades propostas pela Incubadora. Neste ano, o evento aconteceu no formato online e contou com a presença de 91 pessoas do ecossistema de inovação da Unicamp, como alunos, empreendedores e investidores que interagiram durante a atividade.

A alta adesão virtual durante todo o ano foi comemorada pela gerente do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp e da Incamp, Mariana Zanatta Inglez. Ela comentou que em vez do formato online ter limitado as capacitações e mentorias aos empreendedores e empresas incubadas, a incubadora notou um movimento contrário, tendo inclusive adesão de players de fora do ecossistema da Unicamp, tanto de Campinas quanto parceiros internacionais que vieram do programa Global Partners promovido pela Agência de Inovação da Unicamp (Inova), órgão gestor do Parque e da Incamp.

Segundo Maria Paula Castro, gestora do programa incubadora do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) de São Paulo que é um dos principais parceiros da Incamp, isso é reflexo do trabalho da incubadora que é referência e a única do estado de São Paulo a ser certificada como “Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne)” pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e pelo Sebrae por implantar boas práticas em incubação.

“Tenho que agradecer à parceria. Formalmente, dentro do programa Incubadora-SP do Sebrae, a parceria está indo para o quarto ano, mas o relacionamento com a Incamp é anterior. Aproveito para parabenizar à gestão da Inova e trazer o fato de que a Incamp é a única incubadora do estado de São Paulo que tem o certificado Cerne. Quando saiu esse resultado, gestores de incubadoras de outras localidades vieram procurar o Sebrae e a Inova para entender o trabalho árduo.”, parabenizou Castro.

 

A jornada de incubação na Incamp

Zanatta Inglez explicou que a metodologia Cerne, seguida pela Incamp, é uma jornada de capacitações, mentorias coletivas, palestras e reuniões de acompanhamento divididas semestralmente por eixos focados na evolução do empreendedor e da empresa.

“A pré-incubação, por exemplo, é voltada para projetos muito iniciais, os quais muitas vezes não há nem a empresa constituída e é necessário ainda validar o modelo de negócio. Fazemos esse acompanhamento junto com nossos parceiros, especialmente Sebrae e Febraec (Federação Brasileira das Empresas de Consultoria e Treinamento), para iniciar o processo de validação. Ao todo, o programa de incubação, além dos seis meses da pré-incubação, pode durar até três anos, dependendo da maturidade de cada negócio”, detalha a gerente do Parque e da Incamp.

Os empreendedores incubados na Incamp também têm a oportunidade de se conectarem a outros parceiros institucionais da Universidade, como o Programa Landing da Redempreendia fomentado pelo banco Santander. No início do ano, antes do período de distanciamento social na América Latina, a Bioprocess Improvement que está incubada na Incamp pode participar do Programa Landing visitando centros de pesquisa das Universidad Nacional de La Plata e a Universidad Nacional del Litoral na Argentina, referências na área de bioprocessos e de controle biológico de atuação da startup.

Para saber mais sobre a Incamp e como participar do programa de incubação e se instalar no Parque Científico e Tecnológico, confira o site oficial: 

Confira também os pitches e questionamentos da banca realizados durante o Encontro de Investidores 2020. As empresas que realizaram seus pitches foram, por ordem de apresentação: Kalamazoo Natural Solutions, Carga24h, Dale, Kionova, Reuse, UnderGeo, homebook smart portaria, R&R NovaBio Ocular.